terça-feira, 17 de junho de 2008

Biomedicina Forense e Criminal

O que é Ciência Forense?

A ciência forense é uma área de estudo que se ocupa da análise científica das evidências de um crime. Em geral, um estudo forense envolve áreas do conhecimento como a física (balística de projéteis), a química (análise de sangue, gota de saliva, fio de cabelo etc), a biologia (análise de DNA) e até a matemática.

O Biomédico pode se especializar em patologia!


O que são PATOLOGISTAS?

São especialistas no funcionamento do corpo humano, os patologistas são capazes de saber qual foi o processo de deterioração gradativa do corpo que levou o indivíduo à morte. De fato, este é o seu trabalho. Esses cientistas, altamente especializados, determinam as mudanças estruturais e funcionais que acontecem no corpo humano. Durante a autopsia, eles utilizam uma série de métodos.
O patologista examina o corpo, cortando-o e abrindo-o, e inspeciona os órgãos internos para descobrir o tempo e a causa da morte. O processo gástrico, por exemplo, pára no momento que o corpo morre. Dessa forma, é possível analisar a comida não digerida que ficou no estômago e ter uma idéia do que aconteceu nas horas e minutos que antecederam o fatal acontecimento. É claro que os patologistas trabalham também com os vivos. Muitas vezes, eles são chamados para determinar como aconteceu um ferimento durante um assalto ou estupro.


Biomédico pode ser perito criminal?

Sim, o bacharrel em biomedicina pode atuar como perito criminal, lidanto com alta tecnologia e novas técnicas de identificação de tecidos. A polícia federal, por exemplo, já abriu concurso público para contratá-lo.

Análise Forense

A cena do crime pode produzir uma enorme quantidade de rastros de evidência. É trabalho do analista separar o material incriminador do lixo circunstancial.

Análise de DNA

O primeiro caso de DNA utilizado na solução de um crime só aconteceu em 1986 – no assassinato de duas garotas em Leicestershire, na Inglaterra. Desde então, o processo tem sido melhorado. Agora, os analistas podem identificar a cor do cabelo do suspeito através do seu DNA; além de prever a cor de sua pele e suas características faciais, em pouco tempo.
Na maioria das vezes, as amostras de DNA encontradas na cena do crime são muito pequenas para serem analisadas. O equipamento para detectar a reação em cadeia da polymerasa (PCR) utiliza a forma como o DNA cria uma cópia de si mesmo, dando aos criminalistas réplicas do DNA que podem ser examinadas. Esse avanço na tecnologia genética tem ajudado também a resolver casos que permaneciam sem solução há anos. Agora, os tão chamados ‘casos frios’ estão sendo reabertos e investigados, através de modernas técnicas forenses – alguns casos acontecidos em 1950 ou antes.


Análise de Fibras

Nós vivemos rodeados de fibras - nossas roupas, carpetes e felpas que se juntam no carro de fuga de um assaltante de bancos.
Em 1910, um oficial da polícia francesa, Edmond Locard, estabeleceu o princípio de que todas as pessoas deixam marcas de contato totalmente identificáveis. Seu relatório provou ser o pano de fundo da ciência forense.
Usando o princípio de Locard, os criminalistas analisam as fibras da cena do crime e são capazes de identificar os menores detalhes – tipo de roupas, origem e até o fabricante. Através de uma simples fibra, a análise pode afirmar a presença de um suspeito no local e conseguir sua condenação.



Lembrando que existem outros tipos de análises tais como: balística, impressões digitais, perfis de personalidade, análise da caligrafia, geológica entre muitas outras que podem ser usadas para desvendar os mais diversos crimes. Aqui no Brasil isso ainda é muito desvalorizado e muito pouco importante, é uma pena, um doa motivos para gerar tanta injustuça e condenações erradas. Já os EUA são referência mundial em medicina forense e criminal, lá é usado as mais diversas análises possíveis e necessária para entender mortes suspeitas.

Por mim, Angélica M. Espinosa

Alguns vídeos que vale a pena ver:


http://br.youtube.com/watch?v=C0ka0xF30bM

http://br.youtube.com/watch?v=q-y_A6fNIr4&feature=related

http://br.youtube.com/watch?v=2boEheCSXN4&feature=related

http://br.youtube.com/watch?v=1QOkbwhdZnA&feature=related

Lá, você encontrará diversos vídeos de criminalística e perícia, basta escrever Medical Detectives na barra de busca e assistir (Todos são casos reais)




12 comentários:

vane.lira disse...

Essa área na biomedicina foi tudo de bom,me interesso muito por perícia criminal,sem deixar de lado a biomedicina que é a minha vida!

Laercio Junior disse...

Blog legal, e post tambem.. ciencia forense é um otimo campo de trabalho..

blogdotophe disse...

Maravilhoso seu blog e mais, sua disposição em colocar NOSSA categoria em vogue.
Sou biomédico e Perito Criminal da Polícia Científica de Goiás.
Temos vários colegas em todas as áreas da SPTC.
Acesse o blog de nossa ASSOCIAÇÃO (www.aspecgo.blogspot.com).

Daniel disse...

Muito bom seu blog. Angelica sobretudo para pessoa como eu que acabaram de iniciar o curso... bem mais esclarecedor que minhas aulas de introdução. Perícia é muito bacana penso em fazer e o contato com proficionais da área é um luxo

Larissa disse...

Olá Angélica, seu blog está muito bom, principalmente essa parte de Biomedicina Forense. Me interesso muito por isso, e ficou realmente ótimo.

camilla_fher18 disse...

oi angelica! bom dia! tenho 19 anos e estou em duvida ainda sobre q profissao seguir. gostaria de saber a biomedicina forense e mais laboratorial? ou seja eu vou precisar fikar analisando pessoas mortas? ou mais na parte de pesquisa de material genetico?


desde ja obrigada

thays_fernandes disse...

oi Angélica! muito legal seu blog tenho 18 anos e vou fazer biomedicina na área forence obrigada por esclarecer algumas dúvidas :)

Joyce disse...

Estava em dúvida de qual faculdade fazer. Mas agora não resta mais duvida.
IREI FAZER BIOMEDICINA *-*

dani disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
dani disse...

ANGÉLICA PARABENS PELO BLOG...
DE BIOMEDICINA É O MELHOR...
SOU SUA FÃ
SUCESSO PRA TI MOÇA

SHIRLEY FERNANDES disse...

Gostei !

Estou precisando de Sugestões,dicas,textos,indicação de sites sobre TOXICOLOGIA FORENSE .Desde já agradeço pela atenção.

Mariana disse...

Acho que também um biomédico pode se especializar em radiologia no rio de janeiro, mas para eles é algo tao fácil que escolhem outra coisa de maior dificuldade como a patologia.