sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Banco de Sangue


O que é feito em um Banco de Sangue?

Todos os componentes sanguíneos utilizados são submetidos a uma rigorosa triagem sorológica, com testes de última geração para detecção de sífilis, doença de Chagas, hepatites B e C, AIDS, HTLV - I/II, etc. Os serviços hemoterápicos que realizamos compreendem as transfusões de sangue total e seus componentes, como concentrado de hemácias, concentrado de plaquetas, plasma fresco congelado e crioprecipitado, e os serviços imunohematológicos compreendem as tipagens sangüíneas, pesquisas de anticorpos antieritrocitários, identificação desses anticorpos, provas de compatibilidade pré-transfusionais, etc. Todos os procedimentos mencionados são realizados por profissionais altamente capacitados e constantemente atualizados em suas funções, com equipamentos de última geração e materiais importados de excelente qualidade, permitindo alto grau de confiabilidade e segurança.


O Banco de Sangue de São Paulo

O Banco de Sangue de São Paulo é uma empresa tradicional, que presta serviços de hemoterapia e imunohematologia há mais de 50 anos, tendo sido pioneiro na implantação de uma série de avanços tecnológicos nestas especialidades.

O Sistema da Qualidade do Banco de Sangue de São Paulo está de acordo com a norma ISO 9001 e requisitos da ONA (Organização Nacional de Acreditação). Com isso comprovamos que todo o nosso processo, desde a coleta até a transfusão do sangue, segue rigorosamente os padrões de Qualidade, garantindo alto nível de qualidade e segurança. Dessa forma consolidamos ainda mais o Banco de Sangue de São Paulo como entidade voltada para a busca da excelência em sua prestação de serviços.
A Doação de Sangue
"O Banco de Sangue de São Paulo obedece normas nacionais e internacionais de segurança. O seu alto rigor no cumprimento dessas normas visa oferecer proteção ao receptor e ao doador". É nossa responsabilidade garantir a maior segurança possível.
Informações importantes sobre Doação de Sangue
Normas gerais para doação de Sangue
Conforme a Legislação Atual - Resolução - RDC nº 153, de 14 de junho de 2004 -abaixo estão relacionadas as principais causas de inaptidão para a doação de sangue
Idade
Alimentação
Doenças
Principais causas de inaptidão definitiva para doação de sangue
Principais causas de inaptidão temporária para a doação de sangue
Principais Doenças Infecciosas e sua Correlação com a Doação de Sangue
Medicamentos
Principais Medicamentos e sua correlação a Doação de Sangue
Intervalo de doação
Gestação e puerpério
Abortamento
Profissão
Pressão arterial
Peso corporal
História de hemoterapia
Imunização
Principais Vacinas e sua Correlação com a Doação de Sangue
Malária
Álcool
Grupos em situação de risco aumentado
Perda de peso
Cirurgias
Principais cirurgias e sua correlação com a doação de sangue
Fracionamento e transfusão

Informações importantes sobre Doação de Sangue

A quantidade de sangue retirada em cada doação é recuperada rapidamente.
Todo o material utilizado na coleta do sangue é descartável, garantindo a segurança do doador.
Doar sangue não altera a pressão arterial, não engrossa nem modifica o sangue.
O doador não tem nenhuma obrigação de doar sangue novamente. Só faz isso se quiser, com intervalo de aproximadamente 3 meses entre cada doação.
É necessário um documento de identificação com foto emitido por órgão oficial, ou cópia autenticada.
Quer saber mais? veja o site do banco de sangue de São Paulo: http://www.bssp.com.br/

3 comentários:

andressa disse...

=)
Muito bom!
Continue assim.
Essa parte da hematologia é muito interesante.
adorei!
=*

Timna disse...

Olá, eu sou Timna, estudante de Biomedicina ainda do 1º semestre aqui em Salvador-BA. na FTC. achei sua pagina na net é muito interressante. Parabéns!

Janaína de Jesus Lopes Romano disse...

Sou Janaíne e estou no segundo ano de biomed e queria saber se trabalhar em banco de dangue ganha bem e se têm que trabalhar todo de branco, como enfermeira?