segunda-feira, 29 de junho de 2009

Biomedicina e Saúde Pública

A Saúde Pública

A saúde pública centra sua ação a partir da ética do Estado com os interesses que ele representa nas distintas formas de organização social e política das populações. Na concepção mais tradicional, é a aplicação de conhecimentos (médicos ou não), com o objectivo de organizar sistemas e serviços de saúde, actuar em factores condicionantes e determinantes do processo saúde-doença controlando a incidência de doenças nas populações através de ações de vigilância e intervenções governamentais. Não deve ser confundida com o conceito mais alto de saúde coletiva.



Saúde Coletiva

O objeto de investigação e práticas da Saúde Coletiva compreende as seguintes dimensões:
O Estado de saúde da população ou condições de saúde de grupos populacionais específicos e tendências gerais do ponto de vista epidemiológico, demográfico, sócio-econômico e cultural.
Os Serviços de saúde, enquanto instituições de diferentes níveis de complexidade (do posto de saúde ao hospital especializado), abrangendo o estudo do processo de trabalho em saúde, a formulação e implementação de políticas de saúde, bem como a avaliação de planos, programas e tecnologia utilizada na atenção à saúde;
O Saber sobre a saúde, incluindo investigações históricas, sociológicas, antropológicas e epistemológicas sobre a produção de conhecimentos neste campo e sobre as relações entre o saber "científico" e as concepções e práticas populares de saúde, influenciadas pelas tradições, crenças e cultura de modo geral.
Saúde Pública no Brasil
O estudo da Saúde Pública no Brasil necessáriamente passa por uma série de nomes e instituições como Oswaldo Cruz, Carlos Chagas e o Instituto Manguinhos ou Vital Brazil e o Instituto Butantã e Adolfo Lutz e o Instituto que leva o seu nome. Instituições que se mantêm até hoje como ilhas de competência do poder público na construção de um sistema de saúde de natureza pública e eqüitativo, no Brasil, o SUS - Sistema Único de Saúde capaz de dar conta das ações de saúde tanto no âmbito da atenção primária e da promoção da saúde como nas ações curativas e necessárias à reabilitação (níveis secundário e terciário da atenção em saúde).

Um comentário:

Carla disse...

Angélica, parabéns pelo Blog. Essa iniciativa de divulgar a Biomedicina foi ótima e com certeza vai gerar bons frutos pra vc. Bem, me chamo Carla, sou vice-presidente do Diretório Acadêmico da Biomedicina da UNIVATES em Lajeado/ RS. Me interessei em conhecer as tuas futuras áreas de atuações para um possível convite de vir contar sobre a tua trajetória dentro da Biomedicina e o teu futuro. Mas em especial procuro artigos, "coisas", projetos em fim, sobre saúde pública. Por acaso tens algo neste ramo? No aguardo.